6 dicas para quem quer empreender e têm pouca grana

O ano começou e muita gente quer mudar de vida, cheio de vontade, porém a grana é curta. Como fazer? Sim é possível começar bem pequeno, muitos empreendedores começaram assim e você também pode…

 

Não ter muito dinheiro para montar um negócio é realidades da maioria, de acordo com relatório da pesquisa GEM2010 diz que 35,2% das empresas criadas entre 2002 e 2010 iniciaram com recursos de até R$ 2000,00. Dentre esses existem negócios que começaram com menos de R$ 500,00. É sim possível começar com pouco.

Demorou um pouco, mas a cultura dos negócios de garagem chegou ao Brasil de forma bem consistente e ainda, como tudo no Brasil, ganhou um jeitinho todo nosso e adaptado de ser. Temos mesas na calçada de casa no lugar de food-trucks elaborados, servindo lanches tão bons quanto os feitos nos food-trucks; garagens virando restaurantes no espaço aconchegante, diferenciado, com comida típica caseira, pouco industrializada e ressaltando o sabor; temos quintais virando hotel para cães e gatos que precisam de cuidador por uns dias; temos jantares servidos na própria cozinha para pequenos grupos. Enfim são muitas formas de empreender usando a estrutura de casa. Para quem não tem estrutura própria ainda há a possibilidade de serviços à domicílio, tais como: profissionais que fazem churrasco a domicílio; massagem; cabelo; unha; maquiagem; reparadores domésticos que instalam chuveiro, consertam canos, pias; agentes turísticos que levam para passeios a pé em locais diferenciados; experts em jantar romântico que preparam seu jantar a luz de velas e cama com pétalas de flores para uma noite especial ou arrumam o quarto do motel para quando você chegar, etc. As possibilidades são muitas e se você quer embarcar nessa aventura de empreender, seguem seis dicas.

 

1 – Faça o que você sabe fazer Grande parte das pessoas fracassam ao empreender porque querem se aventurar em algo para qual não tem habilidade ou conhecimento. É sempre mais fácil empreender em algo que você já faz bem. Principalmente se a ideia é gastar pouco. Empreendendo em algo que você já domina, fica mais barato, pois não haverá investimentos para aprender a fazer. Digamos que você é elogiada por fazer uma feijoada dos deuses. Faça essa feijoada a noite sob encomenda, entregue a domicílio, venda feijoada congelada para quem não tem tempo de cozinhar, em casa ou abra seu quintal e ofereça a feijoada.

 

2 Comece pequeno, mas pense grande – Crie um nome e marca para seu negócio, mas pesquise antes na internet se já não existe o nome para evitar problemas futuros. Crie perfil em todas as mídias sociais para seu negócio com o nome dele, Instagram, Facebook, etc. Use WhatsApp na divulgação entre amigos. Registre seu site, mesmo que não possa fazer um agora. Você faz isso facilmente no site https://registro.br/ e paga R$ 30,00 por ano. Se possível registre sua marca no INPI assim que for possível, você mesmo pode fazer diretamente no site http://www.inpi.gov.br/menu-servicos/marcas. Ricardo, não sei fazer uma logo, contrate um freelance no site https://www.wedologos.com.br/;

 

3 – Use amigos e família Transforme seus amigos e familiares em seus primeiros clientes cobaias, antes de lançar para testar o produto ou serviço. Assim você terá noção do que precisa ser ajustado antes de lançar o negócio, também receberá dicas do que pode melhorar, do que deu errado e pode ser corrigido, substituído ou eliminado, do que pode ser acrescido. Tire fotos e peça-os que divulguem nas mídias sociais;

 

4 Busque a perfeição, mas não fique empacado Muitos empreendedores param pelo caminho, pois, querem fazer tudo perfeito. Feito é melhor que perfeito. Faça, dê um passo de cada vez mais a busca pela perfeição começa corrigindo as falhas, aumentando e melhorando os recursos. O mais importante é fazer, colocar em ação. Você nunca terá tudo que precisa. Para o pequeno empreendedor a palavra-chave é adaptar, buscar alternativas. Já existe empreendedor que transformou máquina de lavar roupas em batedeira para massa de pão.  Não deixe que uma máquina te impeça, embale a mão, bata a mão, faça artesanalmente, dará mais trabalho, porém terá um toque caseiro. Sempre haverá vantagens e desvantagens em cada forma de fazer;

 

5 Invista em marketing Invista em marketing nas mídias sociais, jornais de bairros, associação de moradores, busque inovar na divulgação. As mídias sócias permitem anunciar barato e até mesmo de graça. Pesquise sobre marketing de guerrilha e marketing viral, são duas formas de divulgação baratas e que podem dar muita repercussão. Use da prova social, que são depoimentos, fotos, pessoas famosas usando, etc.;

 

6 Seja um especialista em atendimento e vendas – Não adianta ter um produto ou serviço excelente se você não sabe vender e atender bem. Para encantar e captar clientes é preciso entender que a habilidade vender e atender não nasce conosco, precisamos aprendê-las. Duas horas por dia na internet você assiste centenas de vídeos de especialistas em vendas e atendimento que te darão muito conhecimento para ter um atendimento de excelência e uma prática de vendas melhor. O vendedor número um de qualquer negócio é seu dono.

 

Empreender é possível sim com pouco recurso financeiro, pesquisa, inovação e muita, muita vontade de fazer. É possível começar em paralelo ao seu emprego, eu mesmo fiz isso por dois anos. Escolha algo que você saiba fazer e faça disso seu negócio. Quando desanimar e pensar em desistir lembre-se que todo o empreendedor que eu conheço pensou em desistir várias vezes. A diferença é que mesmo com todas as dificuldades eles não desistiram. Venha para lado empreendedor do mundo. Te espero desse lado.

Espero que tenha gostado. Críticas, sugestões, reclamações e indicações são sempre bem-vindas.

Ah! Compartilhe. Ajude outras pessoas que vocês acreditam que irão se beneficiar com este artigo. Obrigado!

Grande abraço e até o próximo artigo.

Ricardo Veríssimo

Palestrante e Escritor

www.ricardoverissimo.com.br

Bibliografia consultada – Marketing 4.0 Do Tradicional ao Digital – Philip Kotler, Hermawan Kartajaya e Iwan Setianwan – Editora Sextante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *